arginina

Arginina: o que é, para que serve, benefícios e como tomar

A arginina é um suplemento que não é tão popular como whey, creatina, caseína ou cafeína, mas que é facilmente encontrada na lista de suplementos usados por frequentadores de academia. Existem algumas razões para ela ser usada por essas pessoas: lea é ótima na recuperação após cada treino.

Neste artigo, você saberá o que é e para que ela serve, como tomar, os benefícios que ela proporciona à nossa saúde, efeitos colaterais e muito mais!

O que é

Também conhecida como L-arginina, ela é um aminoácido básico para todo o organismo. Sua principal função dentro do corpo é conseguir sintetizar todos os processos, atendendo a cada necessidade mínima que o organismo venha a ter.

A utilização de arginina não anula o consumo de proteína, ela deve continuar sendo consumida de forma balanceada. Isso porque, será na junção da proteína com a arginina que os aminoácidos se formarão.

É essa estrutura que consegue ser absorvida e sintetizada pelo nosso corpo, com isso, ela é quem nutrirá as atividades vitais.

É importante salientar que, mesmo com a ingestão de arginina, muitas pessoas ainda ficam com taxas abaixo do ideal e, com isso, é preciso complementar com alimentos ricos da substância.

Para que serve Arginina

A arginina, dentro do organismo, tem como sua função principal o transporte de nitrogênio. Sua importância se dá, basicamente, ao fortalecimento do sistema imunológico e da cicatrização de qualquer tipo de machucado.

Quando você utiliza uma suplementação com arginina, estará estimulando o seu organismo a produzir linfócitos, que têm papel fundamental na defesa do corpo.

Então, podemos afirmar que quando você tomar arginina, você estará:

  • Estimulando a produção do hormônio do crescimento
  • Aumentando a defesa do organismo
  • Acelerando o processo de cicatrização
  • Inibindo a perda de massa magra
  • Combatendo doenças do fígado
  • Ajudando a produzir espermatozoides
  • Deixando os tecidos do organismo mais fortes
  • Ajudando na produção de novas células dos tendões e dos ossos

Muitas pesquisas ainda apontam que ela pode ajuda a combater sintomas da ansiedade.

Benefícios

Não há duvidas de que ao destacar a principal função da arginina, citemos o transporte de nitrogênio. Muitos processos de nosso organismo necessitam eliminar essa substância, e é nesse momento que ela desempenha papel principal.

Além da cicatrização acelerada, a arginina apresenta mais benefícios em seu uso, como:

  • Colabora no ganho de massa muscular;
  •  Aumenta a defesa do organismo;
  • Aumenta a produção de hormônio;
  • Fortalece e protege todos os tendões do corpo;
  • Ajuda a combater a sensação de cansaço muscular;
  • Aumenta o fluxo de sangue em todos os músculos;
  • Elimina qualquer tipo de toxina do organismo;
  • Combate problemas de disfunção erétil;
  • Fortalece os tecidos;
  • Incentiva a produção de queratina, o que deixa unhas e cabelos muito mais fortes;
  • Fortalece o sistema imunológico.

Esses são os principais benefícios, no entanto, é importante contar sempre com a ajuda de um especialista quando se trata do uso da Arginina.

Isso porque, em alguns casos, pode haver o aparecimento de efeitos colaterais.

Alimentos ricos

A suplementação sempre é necessária. Na maioria das vezes você pode obter toda a arginina que você precisa através da alimentação.

Para você que não pensa em usar o suplemento, fizemos abaixo uma lista com alimentos ricos em arginina:

  • Ovos
  • Frutos do mar
  • Filé de frango
  • Soja
  • Feijão
  • Nozes
  • Castanha de caju
  • Avelãs
  • Amendoim
  • Leite
  • Pistache
  • Kiwi
  • Melancia
  • Morango

Esses são os alimentos que apresentam doses altas desse importante aminoácido. É importante lembrar que eles devem consumidos naturalmente, crus. A arginina pode ser destruída durante o processo de industrialização de alimentos (ferver, fritar, etc).

Como tomar

Se você deseja começar a tomar arginina, a grande maioria dos especialistas indicam o seu consumo em duas doses por dia:

  1. Logo pela manhã
  2. Sempre após o treino

A dosagem varia de pessoa para pessoa, mas geral a dose será de 30 gramas a 50 gramas diárias. Se você consultar um especialista ele irá indicar a melhor dose para você com base no seu biótipo, gasto calórico, sua alimentação e, condicionamento físico.

Quem já tem algum problema renal, não deve fazer uso por um longo período de tempo, principalmente altas dosagens. A arginina sobrecarrega os rins e pode causar problemas renais.

Por isso que é importante consultar um médico antes de usar esse ou qualquer outro tipo de suplemento. Você pode ter algum problema médico que pode ser piorado com a suplementação.


Ficou alguma dúvida? Já usou esse aminoácido e quer contribuir com sua opinião sobre a eficácia deste tipo de suplemento?

Aproveite esse espaço e faça a sua pergunta ou comentário, teremos o maior prazer em sanar suas dúvidas.

Até a próxima!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *